Os 5 Melhores Filmes de Tribunal

Por Matheus Saboia

Sempre me interessei por obras com a temática ligada à julgamentos e tribunais. Por conta disso, o primeiro top do blog será dedicado aos filmes pertencentes a esse sub-gênero. Segue abaixo a classificação dos filmes selecionados para compor o ranking e uma pequena sinopse, cuja função é despertar o interesse do leitor.

.

5. O Sol é para Todos (To Kill a Mockingbird, 1962)


Atticus Finch é um advogado íntegro, que assume a função de defender um homem negro injustamente acusado de violentar uma mulher branca. Ambietado numa daquelas cidades racistas do sul dos EUA, o filme procura balancear a parte técnica do julgamento e das argumentações com a relação de Atticus com seus filhos. Além disso, é bastante destacada a visão negativa que a sociedade possuía diante da posição do protagonista no julgamento. Vale lembrar que o filme foi feito na década de sessenta, época áurea dos Movimentos pelos Direitos Civis dos Negros.

.

4. Testemunha de Acusação (Witness for the Prosecution, 1957)

Leonard Vole é acusado de assassinar uma rica viúva, com o intuito de ganhar dinheiro com a herança. Imediatamente, o renomado criminalista Sir Wilfrid Robarts é chamado para defender o réu  Apesar das circunstâncias apontarem a culpa de Vole, o advogado aceitará o desafio. As únicas chances de absolvição parecem residir no depoimento da mulher do acusado, Christine Vole. No entanto, o caso fica praticamente impossível quando a mesma Christine resolve assumir o papel não de defesa, mas de testemunha de acusação.

.

3. Anatomia de um Crime (Anatomy of a Murder, 1959)

Paul Biegler é um competente advogado, que aceitará defender a causa de Frederick Manion, um ex-oficial do exército acusado de homicídio. O interessante é que neste filme, o réu não alega inocência, pelo contrário, ele admite a culpa, porém argumenta que a vítima teria estuprado sua esposa, a sensual Laura Manion. Com isso, o defensor tentará provar, com base em laudos médicos, que Frederick sofreu uma perda momentânea de sentidos durante o assassinato. Todavia, a repercussão do caso chamará as atenções do célebre promotor Claude Dancer, que fará de tudo para provar a reputação promíscua da mulher de Frederick e que o assassinato, ao contrário do que a defesa alega, foi um ato pensado.

.

2. Julgamento em Nuremberg (Judgment at Nuremberg, 1961)

Pós Segunda Guerra Mundial. Em Nuremberg, o lado vencedor procura punir os responsáveis pelos horrores da guerra. Nesse contexto, um juíz americano é designado para julgar o caso de quatro homens da justica alemã, que colaboraram com o Terceiro Reich. O grande trunfo desse filme é analisar os dois lados da moeda. Ao contrário da grande maioria de obras do gênero, “Julgamento em Nuremberg” evoca verdadeiros debates referentes à emergência do Nazismo. Tudo isso, sem deixar de enfatizar as tragédias vistas nos campos de concentração. Obrigatório para todos aqueles que se interessam por Direito e Segunda Guerra Mundial.

.

1. 12 Homens e uma Sentença (12 Angry Men, 1957)


Um dos maiores clássicos do gênero, “12 Homens e uma Sentença” não é exatamente um filme de tribunal, visto que é ambientado numa sala de júri, sem a presença de juízes, promotores e testemunhas. Porém, a natureza dos diálogos, a força das argumentações e a temática jurídica fazem com que essa obra se encaixe perfeitamente na categoria. O enredo é o seguinte: doze homens são colocados numa sala de júri para decidir o caso de um rapaz, que, uma vez condenado, sofrerá pena de morte. Onze jurados aparentam ter plena certeza da culpa do réu, mas o décimo segundo não está totalmente convencido. Assim tem início uma discussão contínua e acalourada, que terá como protagonistas pessoas totalmente diferentes, com as suas próprias ideologias, interesses e preconceitos.

.

Menção Honrosa: Perfume de Mulher (Scent of a Woman, 1992)

O filme que rendeu o primeiro e único Oscar para Al Pacino definitivamente não se encaixa no ranking. A história de um ex-militar cego que contrata um estudante para acompanhá-lo durante uma viagem de fim de semana passa longe da linha das películas citadas. Entretanto, sua lembrança nesse espaço é justificada por uma cena específica, em que a personagem de Pacino se encarrega de defender o adolescente da educação rígida de um colégio interno.  Nesse momento, o ex-militar assume o papel de advogado, o jovem de réu e a estrutura inflexível e conservadora da escola, personificada na figura do diretor, cumpre a função desempenhada por um promotor. A junção desses elementos resulta em uma ótima cena, sustentada por um show de Al Pacino. Em função disso, não haveria como não condecorar o filme com uma menção honrosa.

4 Comentários

Arquivado em Tops

4 Respostas para “Os 5 Melhores Filmes de Tribunal

  1. wilson

    eu adoro filmes de tribunal porque nos ensina muito,sobre a realidade atravez da ficção

  2. Tenho esses outros filmes sobre tribunal!

  3. Renato Segefredo

    Muitos anos atrás assisti ao filme ” 12 homens e uma sentença”, não me lembrava do titulo porém aqui, lendo a sinopse reconheci-o. Vou tentar baixar. Um forte abraço

  4. orlando Buta

    quando vejo esses tipo de filme, fico mais convicto de que o que quero ser é mesmo advogado

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s